Unidade II: Constituição Interna do Globo Terrestre

Miguel Tupinambá, Faculdade de Geologia da UERJ, maio de 2003

Roteiro de estudo a ser utilizado em sala de aula e em estudo complementar.
Pacca, I. G.; Mc Reath, I. -- 2000 -- A Composição e o Calor da Terra, in Teixeira, W.; Toledo, M.C.de; Fairchild, T. & Taioli, F. (org.), Decifrando a Terra. São Paulo: Oficina de Textos: 84-90.
 

5.1. Introdução
5.1.1. As descontinuidades mais notáveis do Interior da Terra
5.2 Modelos de Estrutura e Composição
5.2.1. A crosta Terrestre - continental e oceânica
5.2.2 O manto
5.2.3 O núcleo


Exercícios

locais da internet para estudo
Exercício 1 - identifique as principais camadas da Terra
Exercício 2 - propriedades das camadas terrestres

Resposta exercício 1
Resposta exercício 2


5.1 - Introdução:
Conhecimento no século XIX - densidade média da Terra: 5,5; núcleo mais denso, provavelmente com núcleo metálico como os meteoritos (sideritos - liga de ferro e níquel) envolvido por um manto de silicatos de ferro e magnésio. O interior da Terra começou a ser conhecido através do estudo das ondas sísmicas.


Consulte a fonte desta figura


5.1.1 - As descontinuidades mais notáveis do Interior da Terra (figura 5.1 do livro-texto)
(Descontinuidade: interrupção abrupta da velocidade das ondas sísmicas)

Figura obtida no site Terra- planeta vivo



5.2 - Modelos de Estrutura e Composição

5.2.1 - A crosta terrestre:
 

Crosta Continental: 30-40 km nas regiões estáveis e 60-80 km abaixo das cadeias de montanhas.
  • Descontinuidade de Conrad (20 km): crosta inferior/superior (figura 5.2)

  • Crosta Oceânica(figura 5.3):

    (Consultar fonte)



    5.2.2 - O manto:

    (fonte da figura)



    5.2.3 - O núcleo: O núcleo interno gira mais rápido que o núcleo externo, e tem densidade mais elevada. - implicações.
     


    (fonte da figura)


    Visite estes locais da Internet e veja a fonte das ilustrações obtidas para este capítulo: